Encadernação: como produzir um diário de viagem de forma artesanal

Existem algumas vantagens em produzir um caderno de forma manual. Além de ter um produto exclusivo, de acordo com as suas preferências, você tem a oportunidade de deixar a criatividade fluir e treinar uma habilidade nova.

Você também pode produzir uma peça de acordo com a sua necessidade e que seja funcional. O seu caderno pode ser um diário, um caderno de notas ou até mesmo um caderno para estudos, dependendo da sua aplicação.

A encadernação é uma atividade milenar e várias técnicas foram desenvolvidas ao longo do tempo. Na tradição japonesa, por exemplo, as costuras formam desenhos que ficam aparentes na capa do caderno. Já na técnica romanesca, a característica mais marcante é o desenho cruzado das linhas que fixam a capa e o conjunto de folhas ficam aparentes.

Encadernação japonesa
Pinterest

Esses são apenas alguns exemplos, dentro das diversas técnicas disponíveis. Podemos perceber que a encadernação manual é mais um exemplo de produção artesanal que resistiu ao modelo industrial de produção e que conta com cada vez mais entusiastas.

Encadernação romanesca
Pinterest

Se interessou pelo tema? Nós, do FotoRegistro, vamos ensinar você a fabricar um diário de viagem de forma totalmente manual, para que você guarde as lembranças de uma forma especial. Confira!

1. Itens que você vai precisar

Itens
Pinterest/ Portal eduK

O custo de produção deste diário é cerca de R$ 9. Lembrando que o valor pode variar dependendo da região que você mora. Os itens que você vai precisar são: estilete, linha encerada, rolo de pintura pequeno, cola branca, superbonder, cola branca, elástico, régua, papel scrap e papel cartão, com a estampa da sua preferência. O agulhão para cartonagem, que será utilizado para fazer os furos no seu caderno, é encontrado somente em lojas especializadas.

Quanto ao tipo de folha que você irá usar, lembre-se que o seu caderno ficará da metade do tamanho que você escolher. Para este tutorial, recomendamos o formato A5.

2. Capa

 

Capa
Pinterest/ Portal eduK

O primeiro passo é colar o papel cartão ao papel scrap, que dará sustentação à peça. Recorte ambas as folhas um pouco maiores que a medida de 148 x 210 mm (tamanho A5). Use uma régua para alisar os papéis e eliminar bolhas de ar. Deixe a cola secar antes de seguir para o próximo passo.

3. Miolo

Miolo
Pinterest/ Portal eduK

Junte 20 folhas e dobre no meio. Centralize bem todas as folhas e dobre o centro junto com a capa. Certifique-se de que todo o conjunto está bem alinhado. Depois, o próximo passo é definir a distância entre cada furo para a costura. Neste tutorial, vamos usar a distância de um centímetro.

Para fazer os furos, deixe seu caderno com as folhas abertas, na posição de 90 graus. Fure com o agulhão a 45 graus. Agora, prepare a linha encerada. A linha deve ser cinco vezes o comprimento da lombada do seu caderno. Passe a linha na agulha, mas não dê um nó.

4. Costurando o diário

Costurando o caderno
Pinterest/ Portal eduK

Faça a primeira inserção com a linha do lado de dentro do caderno. Puxe até sobrar em média 10 cm. Depois, volte pelo mesmo furo, deixando uma “orelhinha” para o lado de fora.

Costura do caderno
Pinterest/ Portal eduK

Agora vamos para o segundo furo do caderno. Quando a agulha estiver do lado de fora, passar por dentro dessa “orelhinha”, para deixar a costura mais segura. Puxe a sobra de 10 cm, porém, de forma delicada. Repetir o processo até o pé do caderno.

5. Elástico

Elástico
Pinterest/ Portal eduK

Dê a volta no seu caderno com o elástico escolhido, deixando um pouco de excesso. Escolha a face que será o verso do seu caderno e faça um pequeno corte, do tamanho da largura do elástico, a 2 cm da borda do caderno.

Empurre as duas pontas do elástico até que cheguem do outro lado. Cole as duas pontas na parte interna da capa com superbonder. Você pode recortar um pedaço do papel cartão e usá-la como acabamento, escondendo o elástico na parte interna.

Caderno finalizado
Pinterest/ Portal eduK

6. Hora de colar as fotos da sua viagem!

Fotos
unsplash

Primeira parte feita, chegou a hora de escolher as fotografias e colar. Nossa sugestão são as fotos Instapix, impressas em formato 13x13cm. Não esqueça de registrar abaixo de cada imagem informações sobre como você estava se sentindo no momento, por exemplo, ou qualquer outra coisa que traga uma boa lembrança.

  • Você pode incorporar à colagem tíckets aéreos e de trens, ingressos de museus, show e bares, embalagens, cupons fiscais de restaurantes, panfletos, tudo aquilo que remeta você as experiências que você passou na viagem.
  • Experimente visitar novamente um mesmo local e comparar aquilo que você havia escrito sobre ele. Você pode se surpreender com a mudança de percepção que você tinha do lugar quando o visitou pela primeira vez.
Diário artesanal
Pinterest

Nós, do FotoRegistro, esperamos que você tenha gostado do tutorial e que utilize muito o seu diário de viagem artesanal! Se você decidiu colocar o nosso tutorial em prática, compartilhe a sua experiência conosco nos comentários! Até o próximo post.

Fotos profissionais com o celular é possível?

Não são só de selfies que sobrevive uma câmera de celular. Com smartphones cada vez mais potentes e com alta performance para captar momentos, muitos fotógrafos profissionais começaram a repensar o uso de seus equipamentos de primeira linha para adotar ensaios fotográficos com seus celulares. Isso é uma revolução na forma de tirar fotos e você pode fazer parte dela com um pouco de conhecimento.

Para fazer imagens de tirar o fôlego, você vai precisar de:

  • Equipamentos para câmera mobile;
  • Luz adequada para as fotos;
  • Conhecimento;
  • Um cenário bem administrado;
  • Um objeto para ser fotografado.

Mas não pense que é só isso! Agora vamos aprender algumas dicas para juntar todos estes ingredientes e criar uma fabulosa imagem. Prepare-se para publicar uma foto na internet que irá ganhar muitos likes! Siga lendo para descobrir os macetes de fotos profissionais com o celular.

Dica 1: Luz, cenário e objeto:

Fotografar nada mais é do que desenhar uma imagem usando a luz. Todo o aparelho está programado para deixar a luz entrar e a partir daí, formar imagens que podem ser mais claras, mais escuras, com contorno, sem contorno, etc. Ter o domínio da luz do ambiente irá ajudar seus cliques a terem resultados mais profissionais.

Por exemplo, se você for fotografar ao ar livre, fique sempre a favor da luz solar, nunca ao contrário. No caso de ambientes fechados, use e abuse de luzes brancas!

Uma dica: fique atento ao cenário! Em locais públicos, evite os elementos externos que possam interferir no seu click. Limpe os obstáculos e esteja preparado para fotografar. Em locais mais reservados, como um estúdio particular, faça a produção de tudo, prepare o fundo branco, brinque com luzes e outros elementos que podem valorizar o objeto a ser fotografado, até porque o objeto precisa ter destaque na imagem. Use a regra dos terços para harmonizar a posição e que ele aparece no quadrante da imagem.

Dica 2: Saiba usar os recursos que o smartphone oferece

Controle do brilho, do contraste, da exposição, fotos com flash, com contador regressivo ou com as linhas de enquadramento ativadas. Todas essas opções estão disponíveis nos smartphones mais simples e você deve ter conhecimento pleno destas ferramentas para conseguir aplicar nas suas fotografias.

Além disso, você pode optar por incluir recursos externos no seu aparelho, como lentes intercambiáveis, criadas especialmente para smartphones e tripés especiais para celular. Desta forma você consegue captar o melhor ângulo no melhor momento!

Pegue o manual do seu celular ou até mesmo procure no YouTube canais que ensinam a usar a câmera do seu modelo de smartphone e mergulhe em tutoriais que mostram todos os recursos do aparelho. Ter esse conhecimento pode salvar você em situações diferentes, como um dia nublado ou um ensaio fotográfico dentro de ambientes fechados e com baixa luminosidade.

Dica 3: Tratamento de imagens é necessário!

Milhares de aplicativos para edição de imagens surgem todos os dias e você tem o poder de escolher qual será o melhor app para ajudar com as suas necessidades de tratamento. Opte por aqueles em que você tem mais controle, como por exemplo:

  • Lightroom CC;
  • VSCO;
  • Photoshop;
  • Prisma foto editor;
  • FILMIC Pro.

Talvez você tenha interesse em saber dicas para se tornar um fotógrafo profissional, clique e saiba mais.

Estes aplicativos irão ajudar a dar outra vida a imagem, melhorando seu brilho, ajustando matrizes e contraste. Claro, todos eles oferecem filtros especiais para adicionar as suas fotos, você pode usar eles mas antes, lembre de padronizar os elementos básicos da imagem que são a forma como o tratamento das cores primárias são feiras. Dessa forma, todos os filtros aplicados irão parecer uniformes.

Preparado para se tornar o fotógrafo profissional usando apenas o celular? Torne-se um craque das fotos de smartphone, invista em um equipamento para aumentar a resolução das fotos para profissionalizar o seu negócio, afinal, uma câmera profissional é importante. Depois, conte para a gente os resultados dos seus ensaios!

Esperamos que você tenha gostado do nosso conteúdo de hoje! Confira outros post sobre fotos e outras curiosidades relacionada. Vejos você lá! Até breve!

Fotolivro: uma maneira diferente de guardar lembranças!

O Fotolivro é uma opção muito interessante para guardar com carinho as nossas fotos mais especiais, pois a ideia de unir recordações de um modo mais criativo é tendência e já faz parte do dia a dia de trabalho de diversos fotógrafos profissionais.

Para você saber mais sobre essa maneira diferente para guardar suas lembranças, nós, do FotoRegistro, dedicamos este post especial sobre o assunto para você tirar as suas dúvidas. Continue lendo!

Fotolivro: o que é?

Já pensou em ter um livro personalizado com os melhores momentos da sua vida? O Fotolivro é uma opção muito procurada por quem adora registrar e guardar as melhores imagens de viagens, casamentos, aniversários, nascimentos e até de um divertido churrasco em família.

Esse livro de registros impressos foi feito especialmente para eternizar suas melhores recordações ao lado de quem você ama.

As fotos são impressas diretamente nas páginas e recebem uma laminação de proteção, aumentando a qualidade e durabilidade do produto. Os Fotolivros tem acabamento em papel couché de diversos tipos de gramatura, sempre com capa personalizada.

Tipos de Fotolivros para você escolher

Fotolivro Plus: o diferencial do Fotolivro Plus é a possibilidade de fazer a capa personalizada com as suas fotos favoritas, o que deixa o visual do álbum muito mais bonito e único!Fotolivro Plus

FotoRegistroFotolivro Classic: a capa do Fotolivro Classic é o seu diferencial, com uma janela para visualizar a primeira foto do álbum, que pode ser a sua favorita do conjunto todo!

Fotolivro Classic
Foto Registro

Fotolivro Slim: essa opção permite a abertura panorâmica do Fotolivro, ou seja, uma foto pode ocupar espaços nas duas páginas ou até em toda a área. A diagramação deste Fotolivro pode ser feita manualmente ou pode-se escolher um dos nossos vários temas. Além disso, a impressão tem três opções de laminação: brilho, lustre ou fosco.

Fotolivro Slim
FotoRegistro

Fotolivro Espiral: como o próprio nome sugere, todas as páginas deste Fotolivro são presas com uma espiral, o que leva ao estilo mais “caderninho”. Permite um visual mais descolado e também muito usado para outras ideias, como: Fotolivro de Receita, portfólio ou catálogo de produtos e, até mesmo, para impressão de TCC!

Fotolivro Espiral
FotoRegistro

Fotolivro Revistinha: o Revistinha não tem mistério, é feito para aquelas pessoas que sempre quiseram ver suas fotos em uma revista. É um jeito bem divertido de imprimir seus ensaios fotográficos ou portfólio.

Fotolivro Revistinha
FotoRegistro

Revista Premium: a ideia é a mesma da opção anterior, porém com uma pegada mais profissional, ideal para portfólios fotográficos. O modelo oferece mais possibilidades de tamanhos e, como falado em uma linguagem não-técnica, com uma espessura de papel mais “grossinha”.

FotoRegistro

Existe um número mínimo de 20 páginas para a montagem de um Fotolivro, mas isso não limita a quantidade de fotos que você poderá utilizar no seu livro. Acesse e confira todos os Fotolivros disponíveis no site do FotoRegistro e seus respectivos preços.

Gostou de ler o nosso post sobre Fotolivros? Comente o que achou do texto e envie as suas dúvidas nos comentários. E encomende já o seu!

Como trabalhar com fotografia? Confira 5 dicas!

Trabalhar como fotógrafo freelancer pode ser uma excelente ideia para quem é apaixonado por fotografia e deseja começar a ganhar dinheiro fazendo o que gosta.

Se este é o seu caso, mas não sabe por onde começar a transformar o seu hobbie de fotografia em um negócio lucrativo, este post é especialmente para você! Confira as 5 dicas que nós, do FotoRegistro, separamos para te ajudar. Vamos lá?

5 dicas para começar a trabalhar com fotografia

1 – Faça cursos de fotografia

Aprender com quem sabe é fundamental. Mesmo que você já tenha jeito e experiência em fotografar, saber a parte técnica é essencial para ser um bom fotógrafo profissional.

A dica é fazer cursos de fotografia com um currículo técnico e prático mais aprofundado. Assim, você vai terá a oportunidade de vivenciar a profissão no dia a dia e conhecer o seu equipamento ao máximo, com todas as suas funcionalidades e recursos.

2 – Escolha um segmento para trabalhar

O próximo passo é escolher um segmento da fotografia com o qual você se identifique mais. Trabalhar fazendo o que se gosta é maravilhoso e dá muito mais vontade de fazer o seu melhor!

Existem diversos segmentos de fotografias em que você pode atuar: eventos, publicidade, marketing digital, retratos, paisagens, casamentos, festas de aniversários, bebês, moda, e-commerce e muito mais!

Especialize-se em duas áreas, no máximo, para fazer bem feito e se tornar referência nesses segmentos.

3 – Pesquise sobre o mercado

Depois de escolher o seu segmento favorito, agora é hora de começar a pesquisar sobre o mercado e saber quais são os seus principais concorrentes para verificar como eles trabalham e criar um diferencial para você.

Essa dica é necessária até para saber quanto cobrar pelos seus trabalhos no início de carreira.

4 – Busque boas referências

O passo agora é buscar referências para começar a traçar o seu estilo de fotografia. Vale ler livros, assistir a filmes, ir à exposições e sempre trocar informações com profissionais mais experientes do que você.

Entre os mestres da fotografia, conhecer os trabalhos de Sebastião Salgado, Cartier-Bresson, Bob Wolfenson e Vincent Laforet é fundamental, seja qual for o seu segmento. Fica a dica!

5 – Compre bons equipamentos

Se você tiver dinheiro para comprar o melhor equipamento disponível do mercado, ótimo! Do contrário, pesquise bem para encontrar os melhores materiais que caibam no seu bolso e que atendam às suas necessidades de início de carreira. Com o tempo, claro, você terá que investir em um material melhor.

Máquina Fotográfica
Raw Pixel

Geralmente, o profissional monta o seu equipamento e até mesmo o seu estúdio aos poucos. Investir em um bom computador portátil também é primordial. Depois disso, o próximo passo é selecionar as suas melhores imagens e os trabalhos mais relevantes para compor o seu portfólio, que poderá ser mostrado para seus futuros clientes.

Trabalhar como fotógrafo não é tão fácil como parece, mas com esforço e dedicação, você pode chegar lá e trabalhar com o que tanto ama. A melhor dica é saber se diferenciar dentro do mercado, mostrando as especialidades que o tornam um profissional único. Gostou das dicas? Deixe um comentário contando seus planos para iniciar na carreira de fotógrafo.