Fotografias mostram como cães envelhecem

Fotografias mostram como os cães envelhecem

Hoje, as imagens de bichinhos de estimação estão entre as mais postadas e compartilhadas nas redes sociais. O interesse das pessoas em registrar os mais variados momentos dos seus animaizinhos está criando uma nova oportunidade de trabalho para os fotógrafos profissionais.

Um bom exemplo do crescimento dessa demanda é o projeto “Dog Years: Faithful Friends, Then and Now”, que virou livro. A fotógrafa americana Amanda Jones passou os seus últimos vinte anos registrando o crescimento e o envelhecimento de trinta cachorros, onde mostra imagens capturadas ao longo de suas vidas até a velhice.

Segundo o site jornalístico Daily Mail, Amanda Jones registrou cachorros de diversas raças e entrevistou os seus donos sobre a convivência com os animais durante todo o processo.

Cão Pug oito anos depois
Amanda Jones

Não dá para deixar de perceber que, com o tempo, a maioria perde a sua vivacidade, os traços ágeis, o olhar vívido e o jeito brincalhão, ficando com a pelagem desbotada e os olhos sem brilho. Já alguns parecem sofrer menos com os efeitos da ação do tempo.

A inspiração da fotógrafa para esse projeto foi Lily, sua cadelinha de estimação. Infelizmente, durante os registros do ensaio, a cachorrinha morreu aos 15 anos.

Amanda Jones ainda disse na entrevista que durante o processo viu muitos cães morrerem, seja por doenças ou acidentes. Mas boa parte ainda está feliz, vivendo ao lado dos donos.

“A maioria está vivendo uma maravilhosa e longa vida, em um ambiente perfeito. Os donos e os cães tinham envelhecido, tornaram-se cinza, enrugados nos olhos, e têm menos agilidade. O impacto visual de comparar o jovem ao velho varia muito de cão para cão, assim como faz de pessoa para pessoa”, relatou ao site.

O projeto de Amanda Jones pode ser encontrado no próprio site da fotógrafa. O livro autografado pode ser encomendado pela internet e o valor médio fica por volta de vinte dólares.

Confira 5 truques profissionais para você fotografar o seu cachorro

      • Sempre tenha petiscos à mão para agradar e agradecer quando o seu cachorro ficar parado para uma foto ou olhar para uma determinada direção. Eles também vão gostar de brincar entre uma foto ou outra;
      • Ter água fresquinha é fundamental durante toda a sessão de fotos. Apenas não deixe ele se molhar ou sujar muito o pelo;
      • Escolha fotografar pela manhã. Desta maneira, o seu cachorro vai sentir menos calor e terá mais disposição para pular, correr e brincar;
      • Faça brincadeiras. O seu cachorrinho precisa ficar calmo e relaxado para que as fotos fiquem mais naturais e bonitas. Não esqueça de levar uma bolinha, um osso ou o brinquedo preferido dele;
      • Se abaixe e fique na altura dos olhos dele para conversar e dar os comandos necessários. Isso também pode gerar ângulos mais criativos para as fotos. Tente também deitar-se no chão com os cotovelos apoiados para fazer os cliques;
      • Tenha paciência. Com o decorrer do período da sessão de fotos, o seu bichinho de estimação vai ficar cansado e sem interesse em colaborar. Deixe-o descansar que o momento certo para o clique perfeito vai surgir.
Avaliar conteúdo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *