Obturador da câmera: o que é e como usar?

O obturador é um elemento essencial em qualquer câmera fotográfica. Ele controla a velocidade do click, ou seja, a quantidade de tempo que você leva para fazer o registro da foto. Com isso, ele acaba sendo responsável pela quantidade de luz que o seu equipamento consegue captar.

Quer saber mais sobre o obturador? Siga lendo e torne-se um sabe tudo na configuração manual desta ferramenta.

Qual é, afinal, a função do obturador?

Com o obturador você consegue controlar dois aspectos fundamentais em uma fotografia: a quantidade de luz captada e também a rapidez de um movimento que pode ser registrado. Sabe aquelas fotos de pôr do sol, por exemplo, que ficam ruins? Então, é por causa da má utilização do obturador da câmera!

Mas, entender só o funcionamento do obturador não é a garantia de uma boa fotografia. Isso porque nas câmeras profissionais, são necessários mais 2 elementos que irão definir a quantidade perfeita de luz para captar uma imagem: o diafragma e o ISO.

Obturador, diafragma e ISO

Casando as 3 configurações, você pode obter excelentes resultados em seu ensaio fotográfico. Pois, o alinhamento do obturador, o diafragma e o ISO define a fotometria, responsável pela entrada de luz necessária para uma boa foto.

Contudo, é importante salientar um aspecto essencial do obturador para dar procedimento neste artigo. Ele possui uma regra de proporcionalidade interessante, que quando entendida, torna sua configuração mais intuitiva. Normalmente, quanto mais rápida a velocidade do click, mais escura sua foto irá ficar.

Isso ocorre, porque a “janelinha da câmera”, como pode ser chamado o obturador, abre e fecha de forma muito ligeira, fazendo com que o sensor que forma a imagem receba pouca luz.

Inversamente proporcional a isso, quanto mais tempo o obturador fica aberto, ou seja, quanto mais demorado é o momento de tirar uma foto, mais clara sua imagem pode ficar. Este é o caso de registros de fotos de estrelas, que precisam de um tempo maior do obturador para serem captadas.

Quais são as velocidades do obturador?

Já deixamos claro que a velocidade do obturador interfere diretamente na quantidade de luz que sua câmera consegue captar no momento. Agora, é importante conhecer todos os tipos de velocidade que você pode atingir.

Neste caso, é essencial deixar claro que o obturador é um recurso existente na sua câmera, mas que também irá variar de acordo com a objetiva que será acoplada ao equipamento. Isso porque muitas lentes possuem limites máximos e mínimos para abrir e fechar sua “janelinha”.

É por isso que temos objetivas responsáveis por captação de jogos de futebol, onde a velocidade do click é muito rápida, e também as mais “claras”, que consegue uma velocidade de click mais demorada, ideal para casamentos e ensaios fotográficos fechados, por exemplo.

Velocidades do obturador
Tabela de velocidade do obturador | Fonte: Pinterest

O que significa uma velocidade de click alta?

Uma alta velocidade de click, ou seja, aquela em que o obturador consegue fazer o congelamento de qualquer momento, está registrada entre 1/250 até 1/8000.

É importante lembrar que nem todos os equipamentos conseguem operar dentro desta faixa, logo, vai depender da configuração da sua câmera conseguir cliques que exijam esse padrão.

E uma velocidade de click média?

É o ideal para fotos do cotidiano, aquelas caseiras, pois não exige nem o máximo nem o mínimo da sua câmera – entregando imagens equilibradas. A velocidade de click médio se situa entre 1/30 e 1/160. Com essa velocidade, você consegue fazer uso da câmera sem equipamentos adicionais, como um tripé, por exemplo.

Como sei que a velocidade do click é baixa?

Lembre-se que é muito difícil segurar uma câmera em velocidade baixa sem tremer toda a imagem que está sendo captada. Isso porque o equipamento está operando com tanto cuidado que até mesmo o leve tremor das nossas mãos consegue estragar qualquer foto. Para este modo, é essencial fazer uso de um bom tripé, afinal, o obturador pode registrar uma foto em 1/25 até demorar minutos para exercer seu trabalho.

Gostou de aprender um pouco mais sobre o obturador da sua câmera? Pegue seu equipamento e comece a brincar um pouco mais, descobrindo e testando as velocidades existentes nela. Ficou com dúvida? Deixe um comentário e vamos adorar responder você!

Fotografia de moda: 3 dicas para quem quer trabalhar na área

A fotografia de moda é, com certeza, um dos gêneros mais complexos dentro da fotografia. Para esse estilo de fotografia o profissional deverá entender não somente como fotografar, mas também o conceito da coleção, seu público-alvo e o movimento das peças fotografadas.

Para ajudar a entender mais sobre esse nicho específico da fotografia, trouxemos algumas dicas para quem quer trabalhar na área, confira!

1 – Entenda os tipos de fotografia de moda

Além de ser um gênero específico, a fotografia de moda é dividida em 4 tipos diferentes, tanto ao se tratar de objetivo quanto das técnicas necessárias.

Editorial de moda

Editorial de moda
Fonte: Freepik

O mais importante a se destacar no que se trata desse nicho é que o fotógrafo deve entender que esse tipo de fotografia não busca vender peças em específico. O editorial de moda é focado em vender conceitos, comportamentos e personagens, a partir de marcas e estilistas, criando tendências.

Fotografia de beleza

Fotografia de beleza
Fonte: Freepik

Ao contrário do editorial de moda, a fotografia de beleza tem o objetivo de vender algum produto, geralmente voltado para cuidados de pele, cabelo, unhas, entre outros. Por conta disso, o importante nesse tipo de foto é focar no cabelo, maquiagem, pele, e outros detalhes, como brincos e colares, que podem ser o objetivo de venda.

Fotojornalismo de moda

Fotojornalismo de moda
Fonte: Pixabay

Esse tipo de fotografia de moda é completamente diferente dos outros. O fotógrafo nesse caso é também jornalista, e seu objetivo é documentar o mundo da moda. Isso é feito a partir da cobertura de eventos importantes da moda, como o fashion week, prestando atenção nos looks apresentados, nos bastidores do desfile e até na moda de rua.

Além disso, esse tipo de fotografia pode buscar apresentar os looks dos famosos em grandes eventos e premiações.

Fotografia comercial

Fotografia Comercial
Fonte: Freepik

Esse tipo de fotografia de moda tem o objetivo principal a divulgação e a venda de peças de roupa específicas. São as fotos conhecidas como fotografias de catálogo.

É importante para o fotógrafo entender que nesse tipo de fotografia o foco não é o modelo, e sim o caimento da roupa no corpo e possibilidades de combinação das peças.

Começando a trabalhar na área? Confira dicas de como trabalhar com fotografia!

2 – Saiba quais os equipamentos para a fotografia de moda

Ao contrário do que muitos pensam, para trabalhar com fotografia de moda não é necessário contar com uma grande quantidade e variedades de equipamentos.

O principal é uma câmera digital de boa qualidade, pois nesse nicho a resolução é de extrema importância. Além disso, você deve contar com uma lente ajustável entre 15 e 55mm e uma lente de comprimento focal fixo, de 35 ou 50mm, com uma abertura rápida, entre 1,4f/a e 2f/a, para ambientes com pouca iluminação.

Ícone LâmpadaAlém câmeras DSLR, você conta com um equipamento que pode render ótimas fotografias, quando usado do jeito certo. Afinal, até mesmo fotos profissionais com o celular são possíveis!

3 – Entenda a importância da iluminação na fotografia de moda

A iluminação deve ser pensada e planejada muito antes de as fotos começarem. É preciso entender que o tipo de luz usada nas fotos influencia diretamente nas roupas, na pele e nas cores da foto. Por isso, estude o objetivo da fotografia, os conceitos que devem ser passados com as fotos, e assim pensar no tipo de iluminação certo para seu trabalho.

Estude sobre iluminação: entenda a diferença entre luz dura e luz difusa!

Começando a trabalhar com fotografias de moda

Agora que já sabemos mais sobre a fotografia de moda, está na hora de colocar a mão na massa. Uma dica para quem irá começar a se aventurar na editoria de moda é estudar fotógrafos como referências. Além disso, as oportunidades não surgirão do nada.

Crie um portfólio, convide amigos para treinar suas fotos e comece a divulgar seu trabalho!

Quais os melhores celulares para fotos digitais?

Se você está em busca de um novo celular para tirar excelentes fotografias digitais em 2019, veio ao lugar certo! Nós, do FotoRegistro, selecionamos os melhores celulares para fotos digitais. Confira a lista abaixo e escolha o seu preferido!

1. LG G7 ThinQ

Com visual moderno e bonito, o LG G7 ThinQ traz como uma das novidades uma câmera versátil e capaz de ler os objetos que aparecem na tela, direcionando o modo automático com ajustes de acordo com cada ambiente.

A câmera traseira é dupla com dois sensores de 16MP, favorecendo belos registros mesmo em ambientes mais escuros, uma vez que permite que uma grande quantidade de luz seja absorvida. Com uma lente teleobjetiva e a outra grande angular, essa câmera é uma das melhores do mercado para quem gosta de fotografar!

2. Samsung Galaxy S9

O Galaxy S9 inovou ao trazer uma câmera com abertura variável, que se adapta ao nível de luz do ambiente para registrar fotos com o melhor equilíbrio possível! A câmera traz dois sensores de 12 MP na traseira, que permitem tirar fotos com o fundo desfocado.

Com esse modelo da Samsung, você consegue escolher a abertura focal, além de outros recursos como velocidade do obturador, ISO e balanço de branco.

3. Xperia XZ2

Ótima escolha para quem compra celular pensando em fotografar e gravar vídeos. O Xperia XZ2 consegue filmar em alta resolução e registrar imagens em slow motion com uma super câmera lenta. A câmera grava em 4K HDR para capturar a realidade com contraste e detalhes incríveis e cores fiéis.

Esse celular também conta com recursos que garantem maior estabilidade para quem está fotografando. Já com a captura preditiva, você pode registrar fotos antes de pressionar o botão do obturador para não perder nenhum momento especial!

4. Zenfone 5Z

O grande destaque do Zenfone 5Z é a sua câmera, capaz de registrar fotos e vídeos com mais detalhes. O aparelho oferece um conjunto de 12 + 8 MP na câmera traseira dupla, com abertura focal que permite capturar boas imagens em ambientes pouco iluminados.

Com o processador Snapdragon 845 da Qualcomm, a câmera consegue reconhecer até 16 tipos de cenas e selecionar as melhores para você.

5. iPhone XS

Este é um dos melhores celulares para tirar fotos digitais que você pode encontrar no mercado brasileiro. As câmeras do iPhone XS têm o sensor principal maior, que permite captar mais detalhes e melhorar o foco da câmera.

O iPhone XS é capaz de usar apenas uma das câmeras para aplicar o efeito de aprofundamento, entregando bons resultados com o modo retrato para tirar selfies, graças à tecnologia TrueDepth, que mapeia o seu rosto para mantê-lo em destaque.

O True Depth também conta com diversos tipos de recursos que conseguem capturar imagens com maiores detalhes, como camadas mais complexas da textura da pele. Muito legal, não?

Gostou de saber quais os melhores celulares para fotos digitais? Agora, veja esse conteúdo sobre como tirar fotos perfeitas com celular e coloque as dicas em prática usando seu smartphone novo. Até a próxima!