estúdio caseiro para fotografar

Estúdio Caseiro: Dicas para montar o Seu

Você gosta tanto de fotografar, mas tanto, que seus amigos já pedem uma “ajudinha” em festas, eventos ou até para fazer “ensaios”? Já pensou em montar um estúdio caseiro?

A ideia não é absurda não, viu? Olha só as dicas que temos para você montar o seu estúdio caseiro e ter o prazer de se sentir um fotógrafo profissional por algumas horas. Quem sabe uma nova profissão não se revela, hein?

Se você já tem uma câmera adequada, aquele olhar “clínico”, só te falta mesmo o espaço. Assim, o primeiro passo é reservar um cômodo só para o seu estúdio. Mínimo que seja, mas deve ser apenas para isso.

O que precisa ter no seu estúdio caseiro?

Se o cômodo tiver poucas janelas, melhor ainda. Você vai precisar de um espaço no qual você controla a luz. Se tiver muitas janelas, não tenha pressa para ir testando meios de controlá-las. Use tecidos, cortinas blackout, folhas de madeira, tanto faz. É importante não ter pressa porque é justamente delas que você vai obter resultado x, y ou z. A luz é a matéria prima do seu trabalho, certo?

Como tornar um estúdio caseiro o mais próximo do profissional com luzes adequadas?

Além de controlar as janelas, usar flashes fora da câmera é uma opção. Você não precisa de muitos. Comece com calma e vai investindo aos poucos, caso sinta vontade.

Você pode optar por refletores, e aí há inúmeros. Ou pode, em último caso, improvisar mesmo com uma lâmpada bem forte. Vale tudo para começar já a profissionalizar o seu hobby.

Na medida em que for conhecendo outros tipos de luzes você pode ir testando, ou mesmo ir combinando mais lâmpadas, ou improvisando com tecidos e papeis. Seja criativo em seu estúdio caseiro! Ninguém vai censurá-lo e o importante é a foto sair do jeito que você deseja.

E as lentes?

Bom, um fotógrafo profissional tem muitas lentes, né? Para começar, sabemos que é um acessório caro. Então, adquira conforme puder. Vale pesquisar por quais lentes começar, já que são muitas, principalmente pensando  no tipo de foto que deseja fazer.

E nas paredes? Vale a pena colocar cenários?

Você pode começar com uma parede totalmente branca ou totalmente preta e ir improvisando – mais uma vez – com tecidos ou papéis.

Há tipos de papéis que simulam madeira, pedras diversas como mármore ou granito, entre outras formas.

Os tecidos também são sempre bem-vindos numa sessão: seda, cetim, tule, os mais rústicos.

Quem sabe você não acaba desenvolvendo um estilo de fotografar baseado em um material improvisado? Criatividade é tudo.

Estúdio Caseiro: Dicas para montar o Seu
5 (100%) 1 vote

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *